quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Buenos Aires, Capital Mundial do Livro 2011

365 dias de incentivo à leitura

programaestilom.blogspot.com


A ONU, na sua Conferência Geral para a Educação, a Ciência e a Cultura, de 1996, estabeleceu o dia 23 de Abril como o “Dia Mundial do Livro e dos Direitos Autorais” [Em memória de dois nomes decisivos da Literatura universal – William Shakespeare e Miguel de Cervantes]. Esta celebração, propiciadora de uma atenção multiplicada à descoberta do prazer de ler, tornou inevitável a nomeação de uma “Capital Mundial do Livro” que, todos os anos, confere a uma cidade diferente a possibilidade de se destacar pela via da promoção da leitura e do livro.
Em 2009, a cidade de Buenos Aires apresentou a sua candidatura, baseada na ideia comummente aceite de que se trata de uma cidade de livros, de livrarias e de múltiplas actividades em seu redor.

Em Junho de 2009, o Comité de Selecção da Capital do Livro, que integra os representantes da Unesco, da Associação Internacional de Editores [IPA], a Federação Internacional de Livreiros [IBF] e a Federação Internacional de Associações de Bibliotecas [IFLA] nomeou a cidade de Buenos Aires como Capital Mundial do Livro de 2011.                

Em reforço à sua já intensa actividade cultural, [ há mais de 300 livrarias por toda a cidade que tem uma rede de 28 Bibliotecas Públicas; há programas municipais de incentivo à leitura cujo paradigma é “Yo Leo en el Bar” com um conjunto identificado de cafés que aderem à iniciativa da troca de livros e de leituras; um esquema idêntico mas cujo destinário são as crianças funciona em esquema alargado pelos parques infantis da cidade, etc] durante este ano estão programados numerosos eventos de cariz literário, como seminários, debates, tertúlias literárias, leitura digital, semanas das livrarias, festivais de literatura fantástica, leituras públicas…

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011



"A certeza de que em chegando Fevereiro, numa cidade portuguesa à beira do Atlântico, pelo menos durante uma semana, um pedaço de Utopia é possível". [Lídia Jorge][in:Jornal i ,23.02.11]

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Indústrias Criativas

 PNIC  - PRÉMIO NACIONAL DE INDÚSTRIAS CRIATIVAS - 2011
hoffice.wordpress.com
O Prémio Nacional Indústrias Criativas seleccionou, para este ano, os nove finalistas que receberão apoio para a elaboração dos respectivos Planos de Negócios.
Trata-se de uma iniciativa da Fundação de Serralves e da Unicer Bebidas, SA, em parceria com a Agência de Inovação, ANJE, BPI, ESAD, Fundação da Juventude, IAPMEI, LMS Design, Universidade Nova de Lisboa e Universidade do Porto, que consiste, basicamente, em apoiar e fazer desenvolver projectos impulsionadores da produção intelectual nacional em contexto de mercado global.
Os finalistas, de onde, a 31 de Maio de 2011, será apurado o vencedor, são:

CANAL QCanal de televisão das ‘Produções Fictícias’ com talk shows, entrevistas e humor

BASTIDOR PÚBLICO
Centro de artes performativas que se apresenta como plataforma de experimentação artística

OPO'Lab
Laboratório dedicado às tecnologias digitais para a arquitectura, a construção e o design industrial

MAGABOT Empresa dedicada ao desenvolvimento da aprendizagem da cultura e da ciência

CENTRAL HOSPITAL – Master of Resuscitation –
simuladores online de doenças para estudantes de medicina, médicos e enfermeiros

TOK –Touch, Organize, CreatePlataforma pedagógica para o ensino pré-escolar e 1º Ciclo ligada ao computador Magalhães

SWEAT ON PAPER – Empresa da área da Comunicação

HOLE 19 – Software para jogadores de golf

MISSION –
Empresa de fabrico de instrumentos musicais, recorrendo a técnicas tradicionais de marcenaria e tornearia

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Prémio Ar.Co/Canon Vídeo

Imagem: Irene Bonacchi: Corte Vertical, 2011 (video still)


A exposição dos trabalhos seleccionados e cerimónia de atribuição do Prémio Ar.Co/Canon Vídeo irá realiza-se no próximo dia 24 de Fevereiro, pelas 19h, na Rua de Santiago, 18, Lisboa.


Trabalhos seleccionados:

- Francisca Manuel: “Navegar é preciso, viver não é preciso”;
- Pollyanna Freire: “Cartografia”;
- Catherine Boutaud: “Dentro”;
- Irene Bonacchi: “Corte vertical”
- João Reis: “Janela para a Cidade”.

Os autores premiados serão anunciados no dia da exibição pública do Prémio.

Exposição patente dia 24 de Fevereiro das 19h às 22h.
Ar.Co - Centro de Arte e Comunicação Visual
Rua de Santiago, 18, 1100, Lisboa

Poema da Semana



sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

No reino d' aquém e d'além dor - À Procura da Alma da Anestesia

in http://www.jasfarma.pt/noticia.php?id=4170
Para tornar mais visível  a intervenção dos médicos anestesiologistas, o Serviço de Anestesiologia e o Bloco Operatório Central dos HUC [Hospitais da Universidade de Coimbra] organizou e inaugurou uma exposição fotográfica intitulada  “No reino d’aquém e d’além dor, à procura da alma da anestesia” que tem o suporte institucional da Câmara Municipal de Coimbra e da Direcção Regional da Cultura do Centro.

A exposição, comissariada pela Directora da Galeria Santa Clara, Drª. Olga Maia Seco, conta com o apoio da APED [Associação Portuguesa para o Estudo da Dor], e estará patente até ao dia 21 de Maio. Nela participam onze fotógrafos, de diferentes nacionalidades, que foram convidados a apresentar trabalhos ligados ao imaginário da anestesia - Albano da Silva Pereira, António Barreto, Francisco Feio, Inês d’Orey, José Farinha, Leonardo Miranda, Miguel d’Aguiam, Paulo Abrantes, Sebastião Resende, Vandanuno e Wojtek Ziemilsky.


Ser poeta

Ser poeta é ser mais alto, é ser maior
Do que os homens! Morder como quem beija!
É ser mendigo e dar como quem seja
Rei do Reino de Aquém e de Além Dor!

É ter de mil desejos o esplendor
E não saber sequer que se deseja!
É ter cá dentro um astro que flameja,
É ter garras e asas de condor!

É ter fome, é ter sede de Infinito!
Por elmo, as manhãs de oiro e de cetim...
É condensar o mundo num só grito!

E é amar-te, assim perdidamente...
É seres alma, e sangue, e vida em mim
E
dizê-lo cantando a toda a gente!


"Sonetos", Florbela Espanca

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Salão de Literatura Bilingue - Portugal/Alemanha

Por iniciativa da ALFA - Associação da literatura e do filme no Algarve, realiza-se hoje, 17 de Fevereiro, o primeiro salão de literatura bilingue, português - alemão, na Quinta dos Vales –Estombar - Lagoa.
A AML/Conservatório de Música de Lagoa, há 25 anos ao serviço do ensino da música, estará presente, com a escritora Lídia Jorge e as  tradutoras para alemão, Maralde Mayer-Minnemann e Karin von Schweder-Schreiner.
O Conservatório contará com a prestação  de Carina Ferreira,  canto lírico, da classe de canto da Prof. Joana Godinho, acompanhada a piano por Jeferson Mello, Professor da disciplina de piano.
Esta participação no 1.º SALÃO BILINGUE – ALEMÃO – PORTUGUÊS, pretende salientar a obra da escritora algarvia  e solidarizar-se com a iniciativa da Associação.

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Feira de Arte de Madrid, ARCOmadrid


A Feira de Arte de Madrid, ARCOmadrid, é inaugurada no dia 16 de Fevereiro. O Programa General y ARCO 40 integra 161 galerias de 21 países. Este ano, o enfoque é o Programa FOCUS RUSIA que conta com 8 Galerias seleccionadas por Daria Pyrkina, comissária do Centro Nacional de Arte Contemporânea e professora da Universidade Lomonosov de Moscovo.
Para lá da secção propriamente expositiva, a Feira contará com iniciativas diversas como mesas redondas, conferências e encontros participados por intelectuais e artistas.
Haverá, também uma exposição de fotografia dos 30 anos da ARCO Madrid, cujo curador será Andrés Mengs.
A Feira ARCO Madrid 2011 vai reunir em Fevereiro 190 galerias, 12 portuguesas que serão presentes em todo o espaço da feira, em vez de concentradas em pavilhão, como nos anos anteriores: Carlos Carvalho, Filomena Soares, Galeria 111, Lisboa 20/Miguel Nabinho, Pedro Cera, Cristina Guerra, Vera Cortés, Quadrado Azul, Pedro Oliveira, Presença, Nuno Centeno/Reflexus e Fonseca Macedo.

LiteraTic – I Congresso Literatura Infanto-Juvenil e Novas Tecnologias

Vai realizar-se nos próximos dias 6 e 7 de Maio, no Auditório do Parque de Exposições de Braga, o LiteraTic – I Congresso Literatura Infanto-Juvenil e Novas Tecnologias.


São objectivos deste Congresso, focado em torno da interação entre o mundo digital e o das narrativas infanto-juvenil, entre outros tópicos possíveis, pensar:
  • o modo como a legibilidade digital condiciona e reformula a leitura tradicional;
  • a maneira como a mediação tecnológica supõe e exige práticas, formas e conteúdos literários novos no âmbito das narrativas infanto-juvenis;
  • as Novas Tecnologias ao serviço do processo de ensino/aprendizagem;
  • os livros digitais;
  • novos cenários e suportes de leitura.

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Dia dos Namorados

S.Valentim

S. Valentim, viveu no século III da nossa era, em Roma, e morreu, como mártir, em 270.
Valentim era um sacerdote cristão, na época em que o imperador Cláudio II detinha o poder. Cláudio queria formar um exército grande e poderoso. Não conseguindo que os jovens romanos se alistassem e na convicção de que isso se devia a que os homens não queriam abandonar as suas mulheres e filhos, resolveu proibir os casamentos dos jovens.
Esta decisão foi muito mal aceite e o bispo Valentim, em segredo, continuou a celebrar casamentos.
Quando se descobriu, foi preso, torturado e condenado à morte. Durante o cativeiro, muitos jovens passavam a deixar mensagens, dizendo acreditar no amor. Entre eles, uma jovem invisual, Asterias, filha do carcereiro, que conseguiu autorização para visitar Valentim tendo-se, ambos, apaixonado. Foi decapitado no dia 14 de Fevereiro de 270.

Cupido


Ligado à celebração do Amor, é inevitável referir a figura de Cupido quando se celebra a festa do Dia dos Namorados. Trata-se de um ser alado, de aparência infantil que lança flechas ao coração dos que passam fazendo com que se apaixonem perdidamente. Considerado o mais belo dos deuses é, na concepção Romana, filho de Vénus, a deusa da beleza e do amor e de Mercúrio, o mensageiro dos deuses.
A mitologia liga a figura de Cupido à de Psiché com quem cumpriu uma história de amor cheia de dificuldades: por isso, Cupido tem como tarefa unir os corações…



Todas as cartas de amor são
Ridículas.
Não seriam cartas de amor se não fossem
Ridículas.

Também escrevi em meu tempo cartas de amor,
Como as outras,
Ridículas.

As cartas de amor, se há amor,
Têm de ser
Ridículas.

Mas, afinal,
Só as criaturas que nunca escreveram 
Cartas de amor 
É que são
Ridículas.

Quem me dera no tempo em que escrevia 
Sem dar por isso
Cartas de amor
Ridículas.

A verdade é que hoje 
As minhas memórias 
Dessas cartas de amor 
É que são
Ridículas.

(Todas as palavras esdrúxulas,
Como os sentimentos esdrúxulos,
São naturalmente
Ridículas.)

Álvaro de Campos, in "Poemas"
Heterónimo de Fernando Pessoa

"EU DOU um livro por um sorriso de uma criança Moçambicana e VOCÊ?"



"EU DOU um livro por um sorriso de uma criança Moçambicana e VOCÊ?" é uma campanha de solidariedade promovida pela Associação Karingana Wa Karingana [acções de apoio, solidariedade, cooperação e desenvolvimento dos Povos e Comunidades Lusófonas]. Trata-se de uma campanha para recolha de livros a ser entregues a Moçambique.
A Associação estabeleceu um protocolo com os CTT que recolhe [900 balcões disponíveis] e transporta livros oferecidos, a nível nacional [continente e ilhas] por quem decide colaborar.
Eusébio e a fadista Marisa são os rostos mais visíveis da campanha que decorre até 28 de Fevereiro e que pretende a doação de livros em língua portuguesa, nas áreas de Literatura Portuguesa, Banda Desenhada, Dicionários, Enciclopédias, Atlas, Gramáticas e livros técnicos [que não sejam manuais escolares].

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Guimarães, a cidade berço, será, a partir de 21 de Janeiro de 2012, Capital Europeia da Cultura.
Trata-se de uma das mais importantes cidades históricas de Portugal e o seu centro é hoje considerado património cultural da humanidade. O valor simbólico que detém liga-se à fundação de Portugal, iniciada com o desfecho da batalha de S. Mamede, em 24 de Junho de 1128 e à sua figura central, primeiro rei de Portugal, D. Afonso Henriques.
Guimarães é hoje uma das cidades mais jovens da Europa, com uma população dinâmica e culturalmente empenhada, capaz de sustentar e tornar activas três dimensões específicas da cidade: a tradição, a história e a contemporaneidade.

Do roteiro, comummente referido, constam a Capela de São Miguel do Castelo e as Capelas dos Passos da Paixão de Cristo, o Convento de Santa Clara, o Paço dos Duques de Bragança, o Palácio Vila Flor [que, já em Março, receberá o primeiro Festival Internacional de Dança Contemporânea, com a presença de companhias de dança de todo o mundo], o Largo do Toural, o Parque da Cidade…





Comunidade, Cidade, [Laboratório de criação digital e Laboratório de moda, coordenado por Álvaro Siza Vieira]  Pensamento, Arte [Música - jazz, alternativa, rock, world music, underground e nova música portuguesa -, Artes Performativas, Arte e Arquitectura, Cinema - lançamento de um concurso para a produção de dez curtas metragens sobre o património histórico de Guimarães, a criação de uma Plataforma de Produção Audiovisual e o lançamento de “Histórias do Cinema” em que participam cineastas como Manoel de Oliveira, Jean Luc Godard e Peter Greenaway - e Audiovisual], são as quatro áreas a partir de que será delineada a programação cultural que visa a redinamização urbana, social e económica da cidade. Alguns dos projectos que vão integrar esta programação passam, por exemplo, pela requalificação de algumas fábricas em pólos culturais (fábrica Âncora), pela criação de uma Plataforma de Artes no antigo mercado de Guimarães e de uma Residência para Artistas (no centro histórico), pela instalação de um Laboratório da Paisagem e pela reabilitação e requalificação de zonas emblemáticas da malha urbana como o Campo de S. Mamede, o Monte de Latito, os Largos do Carmo e do Toural.
De destacar, ainda, o ciclo de debates "Europa/Destinos", coordenado pelo escritor e Prémio Nobel da Literatura de 2010, Mário Vargas Llosa.

Art Project

Uma forma de explorar museus em vários pontos do Mundo, com a facilidade de aumentar as imagens ao mais ínfimo detalhe e circular virtualmente pelos espaços. 
http://www.googleartproject.com/

Terças A LER

Iniciativa do Teatro "A Barraca"
Terças A LER

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Centro Argentino de Teatro Cego

"A cegueira não foi para mim uma desgraça total. Não deve ser encarada pateticamente. Trata-se de um outro modo de vida e de mais um dentre os tantos estilos de vida dos homens" (Jorge Luís Borges, Conferência "A Cegueira", livro "Sete Noites").


Fundado a 4 de Julho de 2008, por Martin Bondone e Gerardo Bentatti, o Teatro Cego é o único teatro do mundo em que todos os espectáculos são apresentados totalmente às escuras, o que permite que as pessoas com disfunções visuais se possam integrar plenamente neste ambiente de trabalho e de aprendizagem.
“O Teatro Cego ou Teatro às Cegas é uma nova forma de sentir o real. Assim, ao estar imerso num espaço sem luz, as pessoas vêem-se obrigadas a perceber a realidade desde outro lugar, com outra magnitude. Esta técnica oferece-se como um meio para facilitar o desenvolvimento das capacidades de cada indivíduo ao facilitar o trato igualitário e a empatia, destruindo os preconceitos da imagem e os efeitos negativos que a sua idealização produz. Não é um teatro “de” ou “para” cegos, antes de aí para todos, já que permite o desenvolvimento das potencialidades de todos e de cada um, porque todos estamos incluídos. No Teatro Cego esbatem-se as diferenças entre as pessoas, diferenças que são aparentes e que só se fazem notar através da visão.”
Uma das iniciativas do Teatro Ciego que mais vem chamando a atenção em Buenos Aires é o show-degustação “A Ciegas con Luz”. Às nove da noite de quintas, sextas e sábados, um espetáculo de piano e voz –classificado como “excelente” pelo diário argentino “La Nación”- passeia por distintos estilos musicais, enquanto a plateia se aventura por um cardápio elaborado especialmente para ser apreciado sem ser visto.

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Poema da Semana


Sorrir

"...Feliz simplemente porque me siento feliz…. Seguro son las endorfinas..."


As rádios portuguesas unem-se hoje numa grande operação simultânea para trazer o sorriso aos lábios dos cidadãos.

 A iniciativa começa às 8h00 e culmina num grande momento às 18h00, em todos o país.

Às 8h00, às 9h00 e às 18h00, quem estiver ligado a qualquer rádio, vai receber, à hora certa, um convite para um grande momento: olhe ao seu lado, receba um sorriso e retribua.

Juntas na iniciativa estão as rádios do Grupo r/com, da RTP, da MCR, da LusoCanal, do Grupo Controlinveste  e todas as rádios associadas da APR – Associação Portuguesa de Rádios e da ARIC - Associação de Rádios de Inspiração Cristã.

Ao longo do dia, haverá uma presença contínua nas antenas das rádios e a televisão e as redes sociais irão também permitir acompanhar a iniciativa, revelando tudo o que se passa: comentários, reacções e os momentos mais emocionantes e divertidos.

Tão simples como sorrir.

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Comemorações do Centenário de Alves Redol



A Câmara Municipal de Vila Franca de Xira e o Museu do Neo-Realismo vão comemorar, ao longo de todo o ano, o Centenário de Alves Redol (1911 – 2011), através de um vasto programa de iniciativas. 

Para a sua concretização, foi constituída uma Comissão Organizadora, composta pelas seguintes entidades: Câmara Municipal de Vila Franca de Xira, Museu do Neo-Realismo, Junta de Freguesia de Vila Franca de Xira, Associação Promotora do Museu do Neo-Realismo, Cooperativa Alves Redol, Agrupamento de Escolas Alves Redol, Ateneu Artístico Vilafranquense e União Desportiva Vilafranquense – Secção Cultural. 



terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Festa Literária Internacional de Sintra [FLIS]

Com inspiração na FLIP (Festa Literária Internacional de Paraty), a Festa Literária Internacional de Sintra (FLIS) vai acontecer a 11, 12 e 13 de Novembro em Sintra, no Centro Cultural Olga Cadaval.

A primeira FLIS terá cerca de 30 escritores convidados, que debaterão diversos temas (literatura, "prosa marginal", humor, sociologia, escrita jornalística, etc.).

Tal como na brasileira FLIP, os debates serão moderados por personalidades convidadas e o público participa através de perguntas escritas, dirigidas à mesa. No final, os escritores realizam sessões de autógrafos e naquele espaço funcionará a Livraria Oficial da FLIS, cafés literários e uma loja de merchandising.

João Tordo, Pedro Paixão e Joana Amaral Dias são os primeiros portugueses confirmados. Escritores internacionais estão a ser convidados.

Blogue de João Tordo - jbtordo@yahoo.co.uk

Congresso Internacional - No centenário do nascimento de Manuel da Fonseca

Nome maior do neo-realismo literário português, Manuel da Fonseca é autor com lugar próprio e comunicante com o seu tempo e com a tradição literária; a navegação pelo mundo faz-se com a limpidez das imagens sobre a infância e sobre a paisagem que não lhe abrandam o compromisso com as dores e os sonhos dos homens. O centenário do seu nascimento, em 2011, dá ensejo para organizar um Congresso Internacional que pretende renovar e enriquecer as leituras críticas sobre a sua obra em prosa e poesia.



7, 8 e 9 de Outubro de 2011
Faculdade de Letras / Museu do Neo-Realismo (Vila Franca de Xira) / Santiago do Cacém

Organização: 
  • Centro de Estudos Comparatistas da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa
  • Museu do Neo-Realismo
  • Associação Promotora do Museu do Neo-Realismo

Conferencistas plenários:
Eduardo Lourenço, Fernando Guimarães, Fernando J. B. Martinho, Luís Filipe Rocha, Manuel Gusmão, Manuel G. Simões, Rosa Maria Martelo, Vítor Viçoso

As propostas de comunicação deverão ser enviadas até 28 de Fevereiro para o contacto cec@fl.ul.ptEste endereço de email está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email , com um resumo até 500 palavras e uma pequena nota biográfica até 300 palavras, bem como a indicação do tema em que se inserem.

Temas:
1. Estudos sobre a obra poética e narrativa de Manuel da Fonseca
2. Relações com a tradição literária portuguesa e estrangeira
3. Enquadramento histórico do Neo-Realismo
4. Relação com outras artes (artes plásticas, cinema, fotografia, música)

A Comissão Científica informará da sua decisão até ao dia 21 de Abril.
O montante da inscrição é de 40 euros, a ser pago até ao dia 1 de Agosto.
Será publicado um volume de comunicações (mediante selecção prévia por parte da Comissão Científica).


Centro de Estudos Comparatistas da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa