terça-feira, 23 de dezembro de 2014

7 MIL MILHÕES DE OUTROS

Os testemunhos de mais de 6.000 pessoas de 84 países, também de Portugal dão corpo à vídeo-exposição "7 mil milhões de outros" da autoria de Yann Arthus-Bertand, instalada no Museu da Eletricidade, Fundação EDP, até 08 de Fevereiro do próximo ano.
Grandes temas como: família, amor, morte, perdão, clima, natureza, sentido da vida, desafios ou sonhos de infância são a matéria desta viagem pelo mundo que nos deixa ao conhecimento “ os medos, os sonhos, os problemas e esperanças de gente tão diferente e distante como um pescador brasileiro, um sapateiro chinês, um artista alemão ou um empresário afegão".


É ainda com base nestes grandes temas que já decorre um Ciclo, "7 CONVERSAS SOBRE A HUMANIDADE", em que diversos painéis de oradores refletem sobre temas específicos de acordo com o PROGRAMA.

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014


Práticas Narrativas na Arte Contemporânea

" (…) Agrupando um conjunto de obras que intersetam o pessoal e o histórico, o biográfico e o social, a presente exposição tenta esboçar os percursos de práticas narrativas através de vários media, como forma de demonstrar que a narrativa não significa simplesmente continuidade na mudança, ou mudança na continuidade, mas também uma negociação constante de verdades parciais, capazes de sustentar uma unidade agonística e de exprimir a irredutibilidade do social".

Vista da exposição «O Narrador Relutante»
 Obras de Karl Holmqvist e Leonor Antunes.
 Fotografia: David Rato

Artistas - Julieta Aranda | Armando Andrade Tudela | Leonor Antunes | Kader Attia | Nina Beier | Derek Boshier | Aleksandra Domanovi? | Dani Gal | Karl Holmqvist | Christoph Keller | David Levine | Amalia Pica | Bojan ?ar?evi? | John Smith | Hito Steyerl | Stephen Sutcliffe | Andreas Töpfer | Gernot Wieland
Museu Berardo - até 11 Janeiro 2015
Curadora - Ana Teixeira Pinto

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

in: http://ocafedosloucos.blogspot.pt/

Também com poesia e prosa de autores cabo-verdianos contemporâneos

http://www.agendalx.pt/evento/feira-do-livro-de-poesia-e-banda-desenhada#.VJLqgNKsVkk
TESTAMENTO PARA O DIA CLARO

Quando do fundo da noite vier o eco da última palavra submissa
         E a patina do tempo cobrir a moldura do herói derradeiro,

         Quando o fumo do último ovo de cianeto
         Se dissipar na atmosfera de gases rarefeitos
         E a chama da vela da esperança
         Se acender em sol na madrugada do novo dia

         Quando só restar na franja da memória
         Lapidada pelo buril dos tempos ácidos
         A estria da amargura inconseqüente
         E a palavra da boca dos profetas
         Não ricochetear no muro do concreto
         Da negrura sem fundo de um poço submerso

         Sejais vós ao menos infância renovada da minha vida
         A colher uma a uma as pétalas dispersas
         Da grinalda dos sonhos interditos.


quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

a criação de Matt Groening que apareceu pela primeira vez na televisão norte-americana em 17 de dezembro de 1989, num especial de Natal, conta, ao comemorar os seus 25 anos de existência, com 561 episódios exibidos, David Silverman, foi um dos principais cartunistas da série desde o começo e também o diretor da versão para cinema.

Esta série satírica dos costumes da sociedade americana, começou por ser exibida nos intervalos de um talk-show da altura, "The Tracey Ullman Show" e só ao fim de três anos de episódios de um minuto conseguiu impor-se e ganhar o estatuto de série própria. 
http://zh.clicrbs.com.br/rs/entretenimento/noticia/2014/12/os-25-melhores-episodios-dos-25-anos-de-os-simpsons-4663840.html

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Almada Negreiros:
O que Nunca Ninguém Soube que Houve

(mesma fonte)
Exposição de obras de Almada Negreiros, a maioria inédita, vindas, conforme o descritivo do Fundação EDP, Museu da Electricidade onde está patente até Março do próximo ano, “do espólio da família, de coleções privadas e de instituições públicas”.
Trata-se de um conjunto de cerca de setenta obras em que se cruzam os ensaios caligráficos e de paginação, manuscritos, ilustração e pintura…
O nome da exposição é recolhido do título de um livro de artista até agora desconhecido – “O Pierrot que Nunca Ninguém Soube que Houve. História Trágica e Ilustrada com Sol e Palmeiras”

terça-feira, 9 de dezembro de 2014




Concurso PNL |2014/2015 |7ªEdição


Por iniciativa do Plano Nacional de Leitura e contando com a participação da Fundação Centro Cultural de Belém, realiza-se, em 2015,o Concurso de Poesia FAÇA LÁ UM POEMA, cujo intuito é incentivar o gosto pela leitura e pela escrita de poesia.

O PNL convida todas as escolas públicas e privadas do país a aderirem ao Concurso que se dirige a todos os níveis de ensino, desde o 1º Ciclo ao Ensino Secundário e a descobrirem os novos autores genuínos dos riquíssimos textos a que as anteriores edições do FLP já nos habituaram.

O Concurso decorre entre Dezembro de 2014 e Fevereiro 2015 e terá a sua Final no dia 21 de Março de 2015. Nesta data, celebra-se, no Centro Cultural de Belém [CCB], o DIA MUNDIAL DA POESIA em cujo Programa será integrada a cerimónia de entrega de prémios aos vencedores do Concurso Faça lá um Poema. 
  
8ª EDIÇÃO DO FLP – 2015/2016
Com a 7ª Edição do Concurso FAÇA LÁ UM POEMA, o Plano Nacional de Leitura e a Fundação Centro Cultural de Belém, fazem o anúncio público de uma iniciativa complementar que consiste em antologiar os melhores poemas selecionados em todas as edições, até à 8ª, a realizar em 2015/2016, na data de celebração do Dia Mundial da Poesia. Os poemas até então premiados, serão de novo escrutinados pelo júri residente e serão ordenados pelos respectivos escalões etários e níveis de ensino dos concorrentes. Esta antologia será oferecida a todas as Bibliotecas Escolares da rede nacional do Ensino Público e a todas as escolas privadas participantes e será amplamente divulgada.


CONCURSO DE ESCRITA DE CONTOS

O Plano Nacional de Leitura, a Rede de Bibliotecas Escolares , a Direcção Geral da Saúde e a Ordem dos Médicos Dentistas, propõem-se a organização de um Concurso de escrita de contos que, sob o  mote Escrever um conto, sorrir para a vida’, busque considerações criativas nas áreas ligadas à promoção da escrita e da leitura e às suas ligações com a saúde oral.

Este concurso de escrita de contos, a realizar entre Dezembro de 2014 e Março de 2015, terá desfecho na organização de uma antologia a apresentar e distribuir durante as cerimónias de celebração do Dia Mundial da Saúde Oral, no dia 20 de Março de 2015.

O Concurso dirige-se:
  
1. Aos alunos do 3º Ciclo e do Ensino Secundário, de todas as escolas públicas e privadas do país (Continente e Ilhas).

2. Aos alunos universitários que frequentam cursos relacionados com a área de saúde proposta, nomeadamente às Faculdades e Institutos de Medicina Dentária.

3. Aos Professores Bibliotecários, aos Docentes dos diversos níveis de ensino, aos Profissionais de Saúde Oral e a todos os outros Profissionais de Saúde interessados. 

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

OITO ANOS A DIVULGAR CIÊNCIA

["] No dia 5 de Dezembro, o Museu da Ciência da Universidade de Coimbra comemora o seu oitavo aniversário. 

Para assinalar esta data, gostaríamos de convidar todos os que de alguma forma têm contribuído para o desenvolvimento deste projeto cultural de divulgação científica e de preservação do património científico da Universidade de Coimbra.
A celebração inicia-se às 17H00 com a apresentação do livro "Jardins de Cristais, Química e Literatura", de Sérgio Rodrigues (Dep. Química da FCTUC) que contará, também, com a presença de Carlos Fiolhais (Rómulo - CCV), João Paulo André (Universidade do Minho) e Helena Santana (FLUC).
Pelas 18H00, pode assistir a um espetáculo de ciência ao vivo seguido de um apontamento musical pelo Quarteto Santa Cruz com Joana Neto (mezzosoprano), que vão interpretar obras de Vivaldi e Haendel.["]
UM LIVRO

POR CADA “… escritor, actor, diseur, declamador, clube de leitores, associação, leitor, poeta, voluntário, professor, cantor, músico, compositor, performer, editor, livreiro, bibliotecário que participou no Bairro dos Livros!

Letras de Luz” é uma instalação luminosa do Bairro dos Livros, feita com mais de 1.000 livros, no espaço da Lionesa. A inauguração acontece a 6 de Dezembro.”