quarta-feira, 8 de julho de 2015




FINADOS (MANTRA DO ESCRITOR OBCECADO)

Cervantes morreu em 22 de abril de 1616.
Shakespeare o acompanhou um dia depois, 23 de abril de 1616.
Sterne R.I.P. em 18 de março de 1768.
No século seguinte, também em março, dia 22, do ano de 1832: Goethe.
Flaubert tinha então dez anos, e 58 ao parar de envelhecer, em 8 de maio de 1880.
Machado foi fazer companhia a Brás Cubas no dia 29 de setembro de 1908.
Mais dois anos e Tolstoi perdeu a guerra, tomara que para encontrar a paz: 20 de novembro de 1910.
Em 3 de junho de 1924 foi a vez de Kafka sair da vida, mas aquilo era vida?
Joyce começava então a escrever o Finnegans Wake. Em 13 de janeiro de 1941, levou-o a peritonite.
Rosa completou sua travessia de homem humano em 19 de novembro de 1967, três dias depois de virar imortal.
Em 1977, Nabokov se foi em 2 de julho e Clarice em 9 de dezembro, no pós-parto de Macabéa, um dia antes de completar 57.
Conclusão: escrever é tão perigoso quanto viver.
E eu mesmo não estou me sentindo muito bem.



Sem comentários:

Enviar um comentário