quarta-feira, 30 de setembro de 2015


Teatro da Cornucópia em Co-Produção com a Companhia de Teatro de Almada

Espectáculos:

Teatro da Cornucópia – 18 de Setembro a 17 de Outubro
Quarta às 19.00h. Sexta e Sábado às 20.00h. Domingo às 16.00h

Teatro Municipal de Almada – 23 de Outubro a 15 de Novembro
Quarta e quinta às 20.00h. Sexta e Sábado às 21.00h. Domingo às 16.00h


 “(…) Li na Internet, na Wikipédia: o Hamlet é a mais extensa das peças de Shakespeare. O texto integral nunca poderá ser representado em menos de quatro horas. Mas não vale a pena ser feito? Não o fazemos integral, mas quase. Cortámos aqui e além frases, falas, mas pode dizer-se que é integral. E o problema foi interrogarmo-nos se conseguiríamos estar à altura de tantas horas de maravilhoso texto. Sim, de um teatro de palavras, palavras, palavras, como o livro que o seu protagonista diz que está a ler. Agora já há livros que não têm palavras e vai deixar de haver livros. Deixamos de ter estantes, o móvel principal da minha casa. Mas já uma escritora portuguesa se me gabou de, na dela, não ter livros. Só informática. Talvez cabos eléctricos e fichas, no entanto, não faltem. Daqui a uns anos talvez se torne numa peça de teatro completamente incompreensível. Pois afinal o que é esta peça? Um muito magro enredo: a história de uma representação teatral quase pueril, as mortes que daí resultaram e a fusão política de dois países longínquos. Situações muito simples. E palavras, palavras, palavras. Quatro horas de palavras? A tendência é para ensinar a poupar palavras. Não perder tempo com ninharias. Paciência. Temos pena. Afinal a Cultura sempre foi tão aborrecida (…)” [in: Sobre este espectáculo, Luís Miguel Cintra]

Sem comentários:

Enviar um comentário