quarta-feira, 23 de dezembro de 2015


YOUR BODY IS MY BODY — O TEU CORPO É O MEU CORPO
ERNESTO DE SOUSA [cartazes com datas entre 1933 e 1988]

Trezentos cartazes reunidos sob o tema  your body is my body — o teu corpo é o meu corpo por Ernesto de Sousa, na Coleção Berardo, em que confluem as vanguardas da arte e do pensamento político.
Até 03 de Abril de 2016 no Museu Coleção Berardo.

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015


 “susurró en voz baja” 

 29.400 resultados en Google


A ilustrar o artigo “El ‘neoespañol’ que nos invade”, na BABELIA de ontem, sobre a obra de Ana Durante Guía práctica de neoespañol e que é comentado por ÁLEX GRIJELMO, com interesse comparado quanto a aspetos de modificação matricial das línguas, neste caso do espanhol.
“ (…) el idioma que antes leíamos va desapareciendo ante nuestros ojos y a toda velocidad. En su lugar, toma cuerpo el “español aproximado”, una lengua nueva que se aleja de la precisión, estira artificialmente palabras y locuciones, aporta neologismos innecesarios o construye absurdos semânticos (…)"

Ou, no PÚBLICO, em tradução livre "(...) Essa deterioração deve-se, também, à existência de meios de comunicação que "fomentam um entretimento de ínfima qualidade e ao acesso universal à informação que existe na rede" em que "merece a mesma credibilidade uma patetice qualquer dita por alguém na Patagónia e o que diz um professor andaluz com tese de doutoramento."

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015


Viene, se sienta entre nosotros,    
y nadie sabe quién será,
ni por qué cuando dice nubes
nos llenamos de eternidad.

Nos habla con palabras graves
y se desprenden al hablar
de su cabeza secas hojas
que en el viento vienen y van.

Jugamos con su barba fría.
Nos deja frutos. Torna a andar
con pasos lentos y seguros
como si no tuviera edad.

Él se despide. ¡Adiós! Nosotros 
sentimos ganas de llorar.



quinta-feira, 3 de dezembro de 2015




As apresentações são feitas no Village Underground Lisboa (VUL), durante o fim-de-semana, de sexta a domingo, com 3 espectáculos por cada Mostra, com 15 minutos de intervalo entre cada sessão.


Os 3 próximos espectáculos, 4 a 6 de Dezembro de 2015, são:

"A Carta"  
Texto - Ulisses Almeida 
Encenação - João Ascenso
Interpretação - Irma Dalí

"Todas as manhãs me sento aqui"
Texto - José Mariano Neves
Encenação - Susana Vitorino
Interpretação - Rafael Dias Costa

"Volta ao (meu) mundo em 15 minutos"
Texto|Interpretação - Catarina Severino e Raquel Veloso

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

ARTE CONTEMPORÂNEA




OUTDOORS de ARTE CONTEMPORÂNEA
Durante todo o próximo ano, 2016, e com estreia em 28 de Novembro de 2015, o Billboard Project apresentará em Portugal - Lisboa, Porto, Faro – obras inéditas de artistas consagrados, em outdoors.
O trabalho inaugural [WAKING], da autoria de Gilbert & George, foi apresentado em Belém, na proximidade do Museu dos Coches.
No próximo dia 5 de Dezembro, o trabalho de Clifford Ross será apresentado no Porto e em 12 de Dezembro cabe a vez a William Wegman, na Praça de S. Francisco, em Faro.  Seguir-se-ão Jeff Koons, Andrea Robbins & Max Becher,  Lawrence Beck, Jason Martin
Direcção artística -António Homem [colecção Sonnabend] | Sandro Resende [P28 e Projecto Contentores]

Março de 1922 | Novembro de 2015




terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Harold Pinter - Poem (Don't look...)


https://www.youtube.com/watch?v=ZEvj5DHlPwc


Poem

Don't look.
The world's about to break.

Don't look.
The world's about to chuck out all its light
and stuff us in the chokepit of its dark,
That black and fat suffocated place
Where we will kill or die or dance or weep
Or scream of whine or squeak like mice
To renegotiate our starting price. 

01-08 Dezembro 2015




2ª Edição do Festival Porto/Post/Doc, cinema novo com núcleo no documentário, encontro de todos os envolvidos no processo criativo com um programa diverso e aliciante, composto por secções como “Teenage”, celebração da juventude, “Transmission”, com foco na música, ou o Fórum “Onde Está o Real?”